segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Onga Rupestre - Minha que... (Clipe)

Minha que... é um vídeo clipe feito em animação à partir de fotos, e além disso também é a primeira música à ser lançada do álbum Quebrando Protocolos de Onga Rupestre, se ligae...


Onga Rupestre
Música: Minha que...
Gravação e mixagem: DJ Endoque
Masterizado por: L2P
Edição e animação: Gerson Cardoso

+info:

SLOW DA BF | SONAR

SONAR é uma das sessões do canal BUEIRO do YouTube que tem como objetivo mostrar a importância de pessoas que foram e são partes fundamentais na história da Cultura Hip Hop no Brasil, mais especificamente do Rio de Janeiro.

O entrevistado da vez é prata da casa, ninguém menos do que um dos membros fundadores do grupo Esquadrão Zona Norte que além do grupo ainda fez/faz muito para manter viva a essência dessa nossa Cultura, braço fundamental do Hip Hop Baixadesco, este é SLOW DA BF contando sua história.


+info:



terça-feira, 18 de agosto de 2015

MADS & VOSS - Apologia ao questionamento


Apologia ao questionamento é resultado do encontro/amizade sonóra entre o Grupo Voss e Felipe MADS (Haduken Family). Numa melodia bem tranquila eles nos incitam à olharmos para dentro de nós mesmos e refletirmos sobre nossas reações às ações dos nossos semelhantes, vale a audição e a reflexão, recomendo...


Melodia:
Leandro Toledo

Mix e Master:
Henrique Jonas

Arte: 
Jonathan Fernandes

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Dario - Primeiro Impacto (2015)


Dario é um dos beatmakers mais conhecidos de Curitiba (CWB) e acaba de lançar uma coletânea com boa parte dos melhores MC's da atualidade, o título do disco já esclarece a que veio essa reunião, logicamente para causar o Primeiro Impacto!

01. Don L - Intro (Eu Fiz) (02:06)
02. Rapadura - Primeiro Impacto (02:55)
03. Kamau e Rashid - Meu Lugar part. DJ Erick Jay (03:23)
04. Savave - Não Devo Nada à Ninguém (02:55)
05. Menor - Um Sonho part. Terra Preta (03:30)
06. Rodrigo Ogi e Febem - Pela Janela (02:55)
07. Espião - Tudo Passa (04:26)
08. Elo da Corrente - Sapatos Polidos (02:20)
09. 14Beats - Arrependimento (03:09)
10. Bigorna - As Horas (01:38)
11. Sintaxe - Na Esquina (02:20)
12. Luis Cilho - Cautela part. DJ Madruga (03:09)
13. Emicida e DJ Nyack - Valores Invertidos (02:34)
14. Shaw - Role Em CWB (03:09)
15. Gutierrez e Xará - Houve Um Tempo (02:48)
16. Dr. Caligari - Visão (02:41)
17. Rapadura - Clássicos part. DJ Nato Pk (03:37)
18. Cabes - Música part. Terra Preta (02:41)

É possível ouvir o disco todo via YouTube

Caso você tenha interesse em comprar o disco em formato físico
http://www.beatserhymes.com.br

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Os Afro-sambas de Baden Powell (1990)


Baden Powell realizou em 1990 esta regravação do célebre álbum Os Afro-sambas, novamente acompanhado pelo Quarteto em Cy, basicamente ele manteve os mesmos arranjos mas procurou obter uma melhor qualidade sonora como uma forma de homenagear o amigo Vinícius, então já falecido.

Gravado em 1990 como brinde de um banco (somente 3 mil cópias para distribuir aos clientes), 2 anos depois o disco foi lançado na França e posteriormente lançado comercialmente também no Brasil pela gravadora Biscoito Fino, com 10 das 39 composições que Baden e Vinicius fizeram juntos. O disco teve direção musical e arranjos do próprio Baden Powell.


01. Abertura (06:22)
02. Canto de Ossanha (04:15)
03. Labareda (06:06)
04. Tristeza e Solidão (05:30)
05. Canto do Caboclo de Pedra-Preta (03:40)
06. Canto de Xangô (05:50)
07. Bocoché (03:04)
08. Canto de Iemanjá (06:00)
09. Variações Sobre Berimbau (06:02)
10. Tempo de Amor (Samba do Veloso) (04:40)
11. Lamento de Exú (06:04)

Disponível para audição na íntegra via YouTube.

Com exceção da abertura composta unicamente por Baden Powell, todas as outras músicas são de autoria conjunta dele com Vinícius de Moraes. As faixas 1, 3 e 9 não constavam da gravação original de 1966.

Ficha Técnica:

Direção musical e arranjos: Baden Powell
Direção Geral: Kati Almeida Braga
Direção Artística: Olivia Hime
Gerência de Produção: Joana Hime
Assistente de Produção: Isabel Zagury e Fernando Temporão
Técnico de gravação: Ademar Rocha

Mais um time pesado de músicos: Baden Powell, Quarteto em Cy, Ernesto Gonçalves, Paulo Guimães, Sutinho, Flávio Neves, Alfredo Bessa e Valdeci

Os Afro-sambas de Baden e Vinícius (1966)


Considerado por muitos um divisor de águas na MPB estes são Os Afro Sambas, constam aqui oito canções que apresentam uma musicalidade singular que traz uma mistura de instrumentos do candomblé e da umbanda como atabaques e afoxés com timbres mais comuns à música brasileira entre agogôs, saxofones e pandeiros.

Um dos grandes destaques do álbum é a faixa de abertura "Canto de Ossanha", futuro clássico da MPB, que conta com a participação nos vocais da atriz Betty Faria e na flauta de Nicolino Cópia.


01. Canto de Ossanha (03:23)
02. Canto de Xangô (06:28)
03. Bocoché (02:34)
04. Canto de Iemanjá (04:47)
05. Tempo de amor (04:28)
06. Canto do Caboclo Pedra-Preta (03:39)
07. Tristeza e solidão (04:35)
08. Lamento de Exu (02:16)

Disponível para audição na íntegra via YouTube.

Todas as faixas são da autoria de Baden Powell e Vinícius de Moraes.

Ficha Técnica:

Produção e Direção: Roberto Quartin e Wadi Gebara
Técnico de gravação: Ademar Rocha
Contracapa: Vinicius de Moraes
Fotos: Pedro de Moraes
Capa: Goebel Weyne

O disco ainda conta com um time pesado de músicos:  Maestro Guerra Peixe, Vinicius de Moraes, Quarteto em Cy, Coro Misto, Pedro Luiz de Assis, Aurino Ferreira, Nicolino Cópia, Baden Powell, Jorge Marinho, Reisinho, Alfredo Bessa, Nelson Luiz, Alexandre Silva Martins, Gilson de Freitas, Mineirinho e Adyr Jose Raimundo.

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Nossa Conferência - As Luzes (Vídeo Clipe)


As Luzes é o primeiro single do segundo disco do grupo/coletivo Nossa Conferência; Essa música equivale a associação de fatos cotidianos com a ideia imediata, no exato instante em que A Luz surge sobre a cabeça e nasce a criação.


A pouca perspectiva de vida e melhoria abordada por quem esta ali no olho do furacão passando por vendavais e tempestades (leia-se: viver no gueto), pois bem
ninguém disse que ia ser fácil. Viver é mais importante, mas sobreviver é necessário!

Nossa Conferência - As Luzes (Vídeo Clipe)
Direção: John Fernandes
Fotografia: Caio Doll
KFRM, 2015

+info:

sábado, 1 de agosto de 2015

Roberto Maia - O Mais Amado (Lado A) (2015)


Roberto Maia é um dos incontáveis intérpretes que Dukes se torna para desenvolver suas linhas de raciocínio tão variáveis, desde os temas até as opções de instrumentais (que o mesmo produz).

O Mais Amado é dividido em Lado A e B com a intenção de manter o formato clássico e envolvente dos 'bolachões' além de ser uma viagem sonóra ao universo da Soul Music. 

01 Selvagem (02:49)
02 Arte da sedução (02:48)
03 Ela e eu (Vivendo o sonho) (02:44)
04 Não é só por uma noite (versão 'I love you more') (01:50)
05 Por mais que eu tente voltar (02:37)

Pedro Santos - Krishnanda (1968)


Produzido pelo próprio Pedro "Sorongo" Santos no estúdio da CBS, com arranjos de Jopa Lins e o aval de Hélcio Milito (Diretor de Produção da CBS na época), Krishnanda é uma pérola oculta da MPB cheia de poéticas de perspectiva mística com uma estrutura linguística diferenciada.


Apesar de toda inventividade de seu som percussivo e da influência que foi para diversos músicos da época, o disco não teve grande repercussão e caiu no esquecimento até ser redescoberto em 2000 quando começou a circular pela internet em formato MP3.

01. Ritual Negro (02:08)
02. Água Viva (02:02)
03. Um Só (02:07)
04. Sem Sombra (03:09)
05. Savana (02:49)
06. Advertência (02:50)
07. Quem Sou Eu? (02:29)
08. Flor de Lótus (03:13)
09. Dentro da Selva (02:10)
10. Desengano da Vista (02:43)
11. Dual (02:34)
12. Aranbindu (01:59)