sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Azagaia - Cubaliwa (2013)


Cubaliwa é uma palavra da língua Masena, que significa nascimento ou nascer, dialeto falado na região central de Moçambique, Manica e Sofala, este último que é conhecido como um dos berços da resistência em Moçambique.

Cubaliwa também é uma palavra da língua Ronga, e com um significado semelhante nas línguas Changana e Xitsua; significa escrita ou está escrito. Isso resume o conceito deste segundo álbum de Azagaia.


É um chamado para a mudança de mentalidades e a necessidade de cada moçambicano para nascer de novo, mais aberto, hard-working, ouvinte e culturalmente enraizado, menos parcial, corruptível e inimigo dos direitos humanos, livre de preconceitos, como o racismo, o tribalismo e o classicismo sociais, capaz de gerir os recursos econômicos de seu país em uma perspectiva mais humana e não apenas para o lucro. Esta mudança só pode acontecer através da Educação, daí a necessidade de escolher e valorizar o que é escrito por moçambicanos e todos os que contribuem para o conhecimento global.

Azagaia - Cubaliwa (2013)

01. Calaste (04:40)
02. Cães De Raça part. Guto (05:58) 
03. Maçonaria part. Banda Likute e Guto (06:14) 
04. Começa Em Ti part. Júlia Duarte (04:08) 
05. ABC Do Preconceito (05:43)
06. Subir Na Vida part. Kennedy Ribeiro (04:21)
07. Miss E Mister Moçambique part. Dama Do Bling, Baka e Xixel (03:15)
08. Wa Gaia part. Stewart Sukuma (04:41) 
09. Revolução Já part. Spirits Indigenous e Tira-Teimas (06:38)
10. Países Do Medo part. MCK e Valete (04:07)
11. Carne De Canhão part. Hélio Bentes (04:20)
12. Homem Bomba part. Macross Maguguana e Miguel Cherba (05:11)
13. A Minha Geração part. Ras Haitrm [Grasspoppers Remix] (04:59)


Azagaia - M.I.R. Música de Intervenção Rápida

+info:

Black Alien - Jah na Contenção (2013)


Segunda música lançada por Black Alien em parceria com o produtor Papatinho que provávelmente estará no segundo volume de Babylon By Gus, é Black Alien novamente em ação com "Jah na Contenção", boa audição...


Letra: Jah na Contenção.

(Verso 1)

A vida não é game, não há consolo nem console
Mesmo sendo sem fio "fio", Deus não da mole
Não teime, olho no olho para que não molhe
Bem atento ao forno pra que o bolo não sole

Seus pontos você ganha de acordo com o seu proceder
Sem desconto, barganha, teretetê
Não da pra manipular quem criou tudo
Pra começar de novo eu sou cego, surdo e mudo

A batalha continua, palestras a luz da lua
Ela começa na rua e tira do caminho
Me apego ao certo deixo pra lá o absurdo
Esperto pelo fim do mundo sem estranho no meu ninho

Jah me deu as asas e não vai tirar
Sou seu passarinho e vou é voar
Tenho livre arbítrio admito sou honesto
Sei o que eu vou escolher eu minto eu não sei do resto.

(Refrão)

Calma não se apresse / Vem da alma é prece
Uma oração lá em cima / É Jah na contenção
Calma não se apresse / Vem da alma é bless
Uma oração lá em cima/ É Jah na contenção

(Verso 2)

Prepare que nem polenta sangue ruim espírito do mal
Leve ao fogo baixo com bastante água e sal
Mexa de maneira lenta com colher de pau
Ponha um pouco de pimenta pra ficar legal

Deixe o soltar do fundo da panela
Despeje num recipiente fundo e lá deixe o pela
Depois de esfriar frite por alguns minutos
Tampe bem para não ouvir insultos, trará alguns surtos

O corte em cubos, pedaços retangulares
E ele não verá jah mais em outros lugares
De modo cuidadoso dele ferver até que derreta
Porque esse é o meu dever, eu sou a lírica bereta

Acrescente alho pra mais fácil digestão
Pra quebrar o tinhoso regularmente no chão
Aqui Gustavo de Nikity e para todos os seres do bem, bom apetite.

(Refrão)

Calma não se apresse /Vem da alma é prece
Uma oração lá em cima É Jah na contenção
Calma não se apresse/ Vem da alma é bless
Uma oração lá em cima/ É Jah na contenção.


Ficha Técnica:

Gravado no estúdio USStudio

Mixagem
Papatinho e 2F U-Flow

Masterização
2F U-Flow

Arte
Juan M. Canosa.

+info:

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Slow da BF - Rimanessência


Já não há tiranossauro rex que pare Slow da BF, um dos mestres da Hip Hop Rio, genial desde os tempos do lendário grupo carioca Esquadrão Zona Norte, ele é o convidado deste episódio do Rimanessência, sente a causa da palavra e o que ela causa em você...


Produzido por Café Crime
Motion Grafics por Dege Ribeiro
Arte por Marinho

+info:

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

K'daver vs. DJ Emme-L (2013)


K'daver e Djemme-L ambos membros do grupo Cães D' Caça lançaram recentemente em parceria a Mixtape: K'daver vs. DJ Emme-L, segundo K'daver esse é seu trabalho de despedida, a pouco tempo ele publicou em seu facebook que estaria se aposentando do Rap, para alegria de uns e tristeza de outros essa declaração foi dada, mas acredito que alguém que se dedica ao Rap a tanto tempo não abandona o posto dessa maneira.

A Mixtape está aí disponível para download no SoundCloud do K'daver, confiram...

K'daver vs. DJ Emme-L (2013)

02. Embreagado (03:26)

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Big Filho - "A Revolta dos Andróides" (Prod. DJ Donnatus)


E o segundo single que Big Filho liberou de sua nova Mixtape é "A Revolta dos Andróides" construída sobre um sample da música Eterno Retorno do Pedra Branca, é como um mantra ecoando num mundo paralelo em que as máquinas é que tem o controle absoluto, caso se identifiquem baixem a música, assistam ao vídeo e compartilhem com os seus amigos...

Produção: DJ Donnatus

Gravação, Mixagem e Masterização: Stone Ferrari no Pé de Manga Surrond Estúdio

Música:

Gravadora: Nebula 71

Foto: Isa Angioletto

Big Filho - "A Revolta dos Andróides" (Prod. DJ Donnatus)

Direção:
Kato Higuchi

Assistente de Fotografia:
Lua Quadros

Contra Baixo:
Stone Ferrari

Contém Trilha da Série Espectromen

Big Filho - "Minha Mente Está Em Órbita" (Remix) (Prod. DJ Donnatus)


Esta é a primeira música divulgada da Nova Mixtape do Big Filho batizada com o título "É Disso Do Que Eu Estou Falando"

Produção: DJ Donnatus

Mixagem e Masterização: Stone Ferrari

Música:


Big Filho - "Minha Mente Está Em Órbita" (Remix)

Direção: 
José Higuchi

Roteiro: 
Big Filho e José Higuchi

Fotografia: 
José Higuchi, Big Filho e Roberta Stubs.

Edição: 
José Higuchi

Violoncelo: 
Karolyni Da Vila

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Síntese - Interno



Produção e direção musical
 Willian Monteiro.

Foto
 Vinícius Moreira.

Música
-
Letra:
Na mesma busca do eu... Quem se perdeu? Presente.
Caminho até minha cela enquanto existo incoerente.
E tento convencer o carcereiro da minha inocência.
Altruísmo imaturo... doentia negligência.

Vislumbro minha semana enquanto calculam minha vida.
Desistir? E a imcumbência? A aceitação é a penitência!
Fardo... doce e amargo. Onde sua cabeça descansa, Cruz ou lança?
Até onde a consciência alcança?

Vivo a 'fita' e a alma grita... E por nós, quem requisita?
Entre verdade e mentira, nós atrita, sem perdão.
Fim do pavil... Guerra civil... rebelião. Retaliação?
Descansar o gatilho! Meu martírio é fascinação?!

Meu nome é criação e minha consciência é vã....
No bruto: Proibido fruto, mesmo, humanidade má sã.

Ao que acredita, zele. Ao que sente, atente.
Alimente o fogo, irmão, incessantemente.
Desce decreto... Sobe concreto, tende.
Aqui joelho e pranto na frente do reto.

Ao que acredita, zele. Ao que sente, atente.
Alimente o fogo, irmão, incessantemente.
Desce decreto... Sobe concreto, tende.
Aqui joelho e pranto na frente do reto.
-
Família Matrero, 2013.

+ info:

DJ Makō - 7″ (2013)


DJ Makō lança seu primeiro trabalho solo como produtor em vinil 7' e também disponível no inevitável formato mp3 em seu bandcamp, são 3 instrumentais cheios de classe com uns samples de jazz além da participação de M. Takara (Synths, Trompete) e Marcelo Cabral (Baixo) que abrilhantam ainda mais esse trabalho, é o seguinte, adquira o seu vinilzinho que vale à pena...

DJ Makō - 7″ (2013)

01. Blu (02:34)
02. Ash (02:37)
03. Look (02:54)

Gravação: 
Gustavo Mendes no C4Lab.

Mixagem:
Makō, PG e YÖka no C4Lab (São Paulo, SP)

Masterização:
Mike Fossenkemper no Turtle Tone Studio (Nova York, NY)

Arte:
Flip


DJ Makō - Look
video


Big Filho - "O Impostor" part. Adonai (Cidade Verde Sounds) (Prod. DJ K e Stone Ferrari)


Big Filho - "O Impostor" part. Adonai (Cidade Verde Sounds) (Prod. DJ K e Stone Ferrari)

Esta é uma música que fala dos maus políticos do Brasil. Não deve haver um título melhor que o escolhido para uma música com um tema tão recorrente em nosso país, confiram aí O Impostor... 

Produção:
DJ K e Stone Ferrari 

Mixado e Master:
Stone Ferrari no Pé de Manga Surround

Foto/Capa: 
Elisa Riemer


Big Filho agradece: Guilherme Adonai, Elisa Riemer, DJ Estevão Soares, Paulo Dubmastor, DJ K, Stone Ferrari, Joelma, DJ Donnatus, Felipinho RudeBoy, Gabba ( Os Botos ) e todas as pessoas que fortalecem o projeto.

Redman - Dare Iz A Darkside (1994)



 Dare Iz A Darkside é o segundo álbum de estúdio do Redman, lançado em 22 de Novembro de 1994 pela Def Jam com produção de EPMD. O álbum alcançou a posição treze entre os 200 na parada da Billboard.

Redman - Dare Iz A Darkside (1994)

01. Dr. Trevis (01:37)
02. Bobyahed2dis (03:24)
03. Journey Throo Da Darkside (02:26)
04. Da Journee (02:12)
05. A Million And 1 Buddah Spots (03:23)
06. Noorotic (03:32)
07. Boodah Session (00:32)
08. Cosmic Slop feat. Erick Sermon & Keith Murray (02:56)
09. Rockafella (R.I.P) feat. Rockafella (00:25)
10. Rockafella (04:44)
11. Green Island feat. Mellow (05:42)
12. Basically (02:03)
13. Can't Wait (04:13)
14. Winicumuhround (04:28)
15. Wuditlooklike (04:09)
16. Slide And Rock On (03:54)
17. Sooperman Luva II (04:50)
18. We Run N.Y. feat. Hurricane G (04:13)
19. Dr. Trevis (Signs Off) (01:39)
20. Tonight's Da Night (Remix) (03:50)

Peter Tosh - Legalize It (1976)



Depois de anos sendo ofuscado por Bob Marley, Peter Tosh deixou os Wailers para seguir carreira solo. Lançado em maio de 1976, o Legalize It é uma afirmação ousada que Peter Tosh tinha chegado e era uma força criativa em seu próprio direito. Embora ele explore algumas questões de espiritualidade, este é o álbum mais leve do Tosh no sentido de que ele é o seu menos político. Isto não pretende ser uma crítica - na verdade, a jovialidade e alegria de Tosh só aumentam o encanto do álbum. Ele faz declarações políticas (a faixa-título celebra e promove o uso de maconha, óbvio), mas eles são feitos com um senso de humor e uma infecciosidade melódica que desmentem sua sincera preocupação com as questões. O destaque do álbum é "Why Must I Cry", uma canção multi-camadas (escrito com Bob Marley), que transmite uma sensação de fracasso pessoal, seja quando está lutando uma batalha difícil, seja contra as injustiças do mundo ou dentro dos limites de um relacionamento. Legalize It cimentou a posição de Tosh como um gigante no Reggae, e o álbum é um dos melhores do gênero.

Peter Tosh - Legalize It (1976)

01. Legalize It (04:35)
02. Burial (03:54)
03. What'cha Gonna Do? (02:25)
04. No Symphaty (04:35)
05. Why Must I Cry (03:08)
06. Igziabeher (Let Jah Be Praised) (04:37)
07. Ketchy Shuby (04:53)
08. Till Your Well Runs Dry (06:09)
09. Brand New Second Hand (04:03)
10. Ketchy Shuby (Instrumental) (03:16)

YouTube

Halloween - A Arvore Kriminal (2011)


Allen Halloween é um rapper que relata histórias das ruas e periferias, em suas músicas ficam explícitas muitas de suas vivências ligadas à dramática vida dos jovens nos subúrbios portugueses.

O desemprego, o crime, a degradação dos bairros, a imigração, a violência policial e a vida atrás das grades são tópicos recorrentes em suas letras, Halloween tem se distinguido pelo seu enorme carisma e pela sua voz imponente e peculiar.

É hoje em Portugal um dos MC's mais aclamados do verdadeiro Rap que tem na palavra não apenas relatos mas também o poder da denúncia.

Lançado em 1º de Outubro de 2011 pela Sonoterapia batizado com o nome de A Arvore Kriminal o novo álbum de Allen Halloween veio pesado, o trabalho conta com as participações de Jonnhy Ganza, Buts MC, Ká Tha Brabo, J-Cap, LBC, Psidyn Atômico, Lord G e DJ Sa.

Halloween - A Arvore Kriminal (2011)

01. O Convite (04:37)
02. Aleluia A Ressurreição Do Kriminal (06:11)
03. Não Há Luz No Meu Caminho (03:44)
04. Hora De Ponta (04:32)
05. Drunfos (03:45)
06. Crazy (03:12)
07. Killa Me (03:36)
08. Noite de Lisa (04:23)
09. Um Jardim À Beira Mar (04:00)
10. O Grande Gentio (04:02)
11. O Ódio (04:02)
12. Debaixo da Ponte (04:31)
13. Redenção (Outro) (05:15)

Halloween - Projecto Mary Witch (2006)


Halloween – Projecto Mary Witch (2006)

01. Mary Bu (03:16)
02. Raportagem (Prod. Arkiteto) (03:19)
03. Gangs de Lisboa part. Drunk Master, Ka Tha Brabo, Di Meu, Tretas, Buts MC, Don Mac I, RP, Jonnhy Ganza e Wil (08:36)
04. Bang-Bang part. Jonnhy Ganza e Ka Tha Brabo (04:13)
05. Ciclo da Vida (04:05)
06. S.O.S Mundo (Prod. Koner) (04:33)
07. Fly Nigga (05:16)
08. No Love (03:18)
09. Krika Kriminals part. Jonnhy Ganza, Drunk Master e Buts MC (Prod. Halloween) (04:53)
10. O Bom Jogador part. Buts MC (05:07)
11. Bitch Nigga part. Jeremy e Drunk Master (02:55)
12. Várias Vidas (06:09)
13. Dia de um Dread de 16 anos (10:35)

DOWNLOAD

Todas as músicas produzidas por Maradox 1º, exceto 02 (por Arkiteto), 06 (por Koner) e 09 (por Halloween).


Halloween - O Exorcismo de Mary Witch (Web-Vídeo)
video
http://www.youtube.com/watch?v=d5oVLowbYdM

ETNIA Contemporânea - Mix Tape Vol. 1 (2006)


ETNIA Contemporânea - Mix Tape Vol. 1 (2006)

01. Intro Meloterapia (01:23)
02. Mc´s do Novo Milênio (03:04)
03. Ataque Súbito (05:22)
04. Emergência (04:57)
05. Porta Erudito (05:34)
06. Batalhão (04:42)
07. Vírus (02:36)
08. In The End Of World (02:57)
09. Mc´s do Novo Milênio (Remix) (04:03)
10. Mentes Evoluídas part. K'lado (05:23)