quarta-feira, 30 de julho de 2014

The Freshest Kids: A History of the B-Boy (2002) Legendado


"The Freshest Kids: A History of the B-Boy" é um filme dirigido por Israel lançado em outubro de 2002. Ele documenta o desenvolvimento da breakdance e da Cultura Hip Hop desde seu surgimento, em meados da década de 1970.

Pra quem fala sem saber e principalmente pra quem quer saber antes de falar este é um documentário excelente sobre a verdadeira essência, confere aí...

The Freshest Kids: A History of the B-Boy
 

terça-feira, 29 de julho de 2014

Shyheim - The Lost Generation (1996)



Disco clássico de um dos MC's mais emblemáticos em minha memória, Shyheim!

The Lost Generation é um trampo pesadão e com participações monstruosas, algumas famosas outras nem tanto, mas todas não deixam à desejar, entre elas estão Pop "The Brown Hornet", Down Low Recka, June Luva, Rubbabandz, Squiq, Smoothe Da Hustler, Trigger Tha Gambler, D.V. Alias Khrist, Keemeelah Williams, Lamisha Grinstead, Killa Sin, Madman e Raekwon.

Impossível me esquecer da paz e boas vibrações que esse trabalho me trouxe em uma das melhores épocas da minha vida, não espero que signifique tanto pra vocês quanto significa pra mim, mas se não conhecem essa é uma boa oportunidade pra isso...


Shyheim - The Lost Generation (1996)

01. Shit Iz Real (Prod. RNS) (04:04)
02. Dear God (Prod. RNS) (04:24)
03. Jiggy Comin' (Prod. RNS) (03:46)
04. 5 Elements (Prod. RNS) (04:22)
05. Shaolin Style (Prod. L.E.S.) (03:46)
06. Real Bad Boys (Prod. RNS) (04:04)
07. What Makes The World Go Round (Prod. DR Period) (05:18)
08. Can You Feel It (Prod. RNS) (03:07)
09. Life As A Shorty (Prod. Tone Capone) (03:46)
10. Don't Front / Let's Chill (Prod. The King Of Chill, Peter Lord e V. Jeffrey Smith) (04:00)
11. Things What Happen (Prod. RNS) (04:01)
12. See What I See (Prod. DR Period) (03:06)
13. Still There (Prod. The King Of Chill, Peter Lord e V. Jeffrey Smith) (04:14)
14. Young Godz (Prod. RZA) (05:08)



Shyheim - Shit Iz Real

Shyheim - Shaolin Style

Elo da Corrente • Sobre o Infinito e Outras Coisas


Este é o segundo single do terceiro disco do grupo Elo da Corrente intitulado "Cruz"

Sobre o Infinito e Outras Coisas foi produzido por DJ PG
A letra é de Caio e Pitzan

A música conta com as participações mais que especiais dos músicos
Zé Nigro (Teclados)
Gustavo Da Lua (Percussão)
Maurício Takara (Flugelhorn)
Daniel Gralha (Trompete)
Thiago França (Sax Tenor)
Rogério Martins (Clarone)

Mixado por Fernando Sanches
Masterizado por Dave Cooley

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Killah Priest - The Psychic World Of Walter Reed (2013)


Killah Priest - The Psychic World Of Walter Reed (2013)

DISCO 1:

01. The Opening (Prod. St. Peter) (02:18)
02. Shadow Landz (Prod. Jordan River Banks) (03:37)
03. New Reality (Prod. Jordan River Banks) (03:41)
04. Street Thesis (Prod. Kalisto) (03:58)
05. Ein Sof (Paradise) (Prod. Jordan River Banks) (03:35)
06. Developing Story (Prod. Kalisto) (02:58)
07. Brilliantaire (Prod. St. Peter) (03:01)
08. The Park (Prod. Kalisto) (03:38)
09. Devotion To The Saints ft. Ghostface Killah & Inspectah Deck (Prod. Kalisto) (03:45)
10. Visionz (Prod. Purpose) (03:01)
11. The Winged People (Prod. St. Peter) (02:54)
12. Peace God (Prod. Ciph Barker) (05:09)
13. The Spell (Prod. Ciph Barker) (03:43)
14. Super God (Prod. Ayatollah) (02:42)
15. Salute (Prod. Kalisto) (02:27)
16. They Say (Prod. Kalisto) (04:14)
17. The Elders Gave Us Aura (Prod. Agallah The Don) (01:39)
18. The Seer, The Poet (Prod. Jordan River Banks) (04:09)
19. Current Of Events (Prod. Ciph Barker) (04:11)
20. Energy Work ft. The RZA (Prod. The RZA) (04:07)

DISCO 2:

01. The PWOWR (Problem Solver) (Prod. True Masta, The GZA e Shaolin Monks) (05:03)
02. The Black Market (Prod. Ciph Barker e Beat Butcha) (03:35)
03. L Theanine (Prod. Purpose) (02:45)
04. Tonite We Ride ft. George Clinton (Prod. Jordan River Banks) (03:05)
05. Tower (The Visitor) (Prod. St. Peter) (02:44)
06. Fortune Teller (Prod. St. Peter) (03:10)
07. Think Priest (Good Thoughts) (Prod. Jordan River Banks) (03:48)
08. Golden Calf (Prod. Ciph Barker) (03:40)
09. Fire Stone (Prod. The RZA) (02:30)
10. Mentalude (Just My Thoughts) (Prod. Killah Priest e The GZA) (01:43)
11. Lord Marduk ft. Lord Fury (Prod. Mercilless) (04:29)
12. Music Of The Spheres (Prod. Jordan River Banks) (03:30)
13. Anakim Dreams (Prod. 4th Disciple) (02:10)
14. How I Write (Prod. Ciph Barker) (03:49)
15. Wubian Nation ft. Raekwon (Prod. Federico Csik Lopez) (02:39)
16. The Document (Prod. Godz Wrath Productions) (03:39)
17. Listen To Me (Prod. Kalisto) (04:07)
18. Lotus Flower (Prod. St. Peter) (04:04)
19. The Question (Prod. Killah Priest) (01:19)
20. Love Is Life ft. Alita Dupray (Prod. M.O.D. The Black Marvel) (03:49)
21. Nazareth (Prod. Jordan River Banks) (03:47)



Killah Priest - New Reality

Killah Priest - Listen To Me


+info:

Mr. Break - Cidade de Vidro (2014)


Precedida pela chegada da lírica única presente no single "Ironias", "Cidade de Vidro" é o título do disco cheio de Mr. Break, MC e Produtor carioca, o disco conta com participações que não deixam à desejar e com beats que servem na medida aos temas e levadas dispostos nesse trabalho que é prova incontestável da evolução dos trabalhos nacionais...

Mr. Break - Cidade de Vidro (2014)

01. Cidade de Vidro (Prod. Dig Ribei) (04:07)
02. Bala de Prata part. Kiim (Prod. Mr Break) (03:39)
03. Mais Alto (Prod. Statik Music) (03:34)
04. Black Tape part. Pedro Ratão (Prod. Mr Break) (03:02)
05. E.S.T.C. (Prod. Mr Break) (03:27)
06. Ironias (Prod. Mr Break) (03:14)
07. Coma part. Thales Mariano (Prod. mjNIchols) (03:15)
08. Indecisão part. Suarez e Ene Jhow (Prod. Mr Break) (03:23)
09. Frio Remix part. Kiim (Prod. Dave Sparkz) (03:36)
10. Nós Que Controla Part. Luccas Carlos (Prod. Mr Break) (02:42)
11. Amor Maior (Prod. Thovo) (03:23)
12. A Fuga part. Sant, Kayua e Luccas Carlos (Prod. Mr Break) (04:31)
13. Brisa (Prod. Minidead) (02:05)
14. Outras Intenções part. Efidoisele (Prod. Statik Music) (03:20)
15. Um Medo Qualquer (Prod. Daniel Bone) (02:29)
16. Água (Prod. Efidoisele) (03:12)
17. Ironias Parte 2 (Prod. Mr Break) (02:34)

Bônus Track:

18. Wzy - ZNRZNB RioMix part. Iky Castilho, Ramiro Mart e Mr. Break (Prod. Wzy) (04:10)


Contatos:
21 964397932

Ficha Técnica:

Gravação, mixagem e finalização:
Iago Suarez no studio "QG do Suarez"

Faixas 5 e 6 gravadas por Sérgio Santos no studio "Pancadão"

Edição final e masterização: 
Iago Suarez.

+info:



Resultado da disposição de Mr. Break seguida da parceria entre a RZN Records e a Casa do Beat, o EP Yin-Yang foi o primeiro trabalho oficial de Mr. Break como MC, simples se comparado à "Cidade de Vidro" mas não menos relevante, no próprio título à referência ao equilíbrio é clara, Yin-Yang trata especificamente disso, equilíbrio...

Mr. Break - Yin Yang [EP] (2012)

01. Vem Com Noiz Scratches. DJ Jeff Bass (Prod. Casp) (03:36)
02. De Volta Pra Cá part. Vinny (Prod. Mr. Break) (03:29)
03. Nunca Mais (Prod. Mr. Break) (03:16)
04. Pra Te Observar part. Fred Muller (Prod. Hand) (04:05)
05. Visões (Prod. Neguim) (03:00)
06. Emoções part. May (Prod. Mr. Break) (02:58)
07. Tão Linda (Prod. Mr. Break) (03:30)
08. Meu Jogo part. Xará (Prod. Laudz) (04:11)
09. Hoje (Prod. Mr. Break) (03:58)


Melk - Radiografia Mental (Parte 2) (2014)



Em 2010 ganhava às ruas "Radiografia Mental" e como tudo o que é bom merece continuação, quatro anos após o MC Melk resolveu colocar nas ruas a parte 2 desse trampo, à princípio foi disponibilizado o audio mixado numa faixa só no YouTube mas não fica bolado que também tem pra download, é o Rap de Londrina chegando pesado, se liga aí...

Melk - Radiografia Mental (Parte 2) (2014)

01. Muleque Fumaça-Vilarejo (Prod. DJ Samu) (01:48)
02. Oração de um Ninja part. Pulga VMG (Prod. Melk) (03:13)
03. Últimos Minutos (Prod. DJ Samu) (02:31)
04. Velho do Porto (Prod. DJ Samu) (03:37)
05. Medo do Tempo (Prod. DJ Samu) (01:20)
06. Ao Vento part. Chicò (Prod. Melk) (03:40)
07. 2013 part. Thales UZI e Mano Fler (Prod. DJ Samu) (03:58)
08. Radiografia Mental Part. 2 (Prod. DJ Samu) (04:30)
09. Medley Morena Rosa part. Matheus Marcondes e Flavio Dark (Prod. Melk) (04:12)
10. Gueto Nobre O Talismã (Prod. DJ Samu) (05:07)
11. Sem Volta part. Mau Mau e Gustavo Carneiro (Prod. Melk) (03:11)
12. Quebrada dos Vagabundo part. Kokão P.A (Prod. DJ Samu) (04:37)
13. Risco Torto (Drumming DJ Samu) (01:21)
14. Derrubando Casas part. Palmeiras (Prod. DJ Samu) (03:55)
15. Sem Neurose part. Matheus Marcondes (Prod. Melk) (01:37)
16. Força Divina (Prod. DJ Samu) (02:49)
17. Meu Deus Tudo Pode part. MC Panico (Prod. Melk) (03:00)


Todas as faixas foram produzidas no Studio Ichiban Records (DJ Samu)
Exceto a faixa 2 (Gravada no Kep Studio-Goiânia).

O disco Radiografia Mental (Part 2) é uma produção independente, com o apoio da comunidade (UDV e Franciscato), Studio Ichiban Records, Familia IML, 50G, Caixinha Magica, André Inoue (A.C.A.S.O), Gustavo Carneiro Buga Luga e Edson Kciano (Portal Rap Londrina).

+info:


Industria Brasileira (Made In Brasil): The Movie (2012)

O Brasil goza de uma reputação internacional de duas coisas: futebol e música.
O documentário Indústria Brasileira concentra-se nas mais recentes inovações em música brasileira, enraizada em um passado rico, mas forjando um caminho ousado para o futuro, mesclando influências internacionais, como Hip-Hop, Funk, Drum Bass e Reggae com as fórmulas tradicionais, como Samba, Bossa Nova, Forró e a MPB em geral (Brasilian Pop Music).

Explorando a paisagem musical contemporânea do Brasil, Indústria Brasileira segue artistas já consagrados e alguns talentos recém descobertos - Gilberto Gil, Roberto Menescau, Marcelo D2, Dom Negrone, Aliança 21, Racionais, Black Alien, Digital Dubs, Mr. Catra, Grandmaster Raphael, DJ Marlboro, DJ Soul Slinger, Marcelinho Da Lua, BNegão, Anastacias, Mamelo Sound System, Nação Zumbi, MC Marechal e Kassin - que acham igual inspiração na sua própria herança, bem como as tendências populares em todo o mundo para criar algo totalmente original e distintamente brasileiro. O filme justapõe entrevistas com artistas lendários como Gilberto Gil, um dos pioneiros da Tropicália, e Afrika Bambaataa, o padrinho do Hip-Hop, que discutem as implicações sociais e políticas de seus respectivos movimentos, com esta nova safra de artistas brasileiros, que apesar da sua diversidade musical, estão unidos pelo desejo de inovação e novos modos de expressão relevante para os nossos tempos atuais. Tecendo histórias pessoais, shows ao vivo, sessões de estúdio, e cenas da vida cotidiana, o filme apresenta uma imagem do Brasil em que os artistas usam o que está disponível para eles para criar a música do futuro.

Mesmo entre observadores casuais, sempre houve um ávido interesse na música do Brasil, mais conhecido no mundo inteiro através do espetáculo do carnaval. Apesar de muitos documentários e filmes que lidam com a música brasileira tradicional e sua cultura, nada foi feito com respeito e à respeito da cena musical contemporânea feita pela juventude. Especialmente com o recente aumento de Bailes Funk, que passaram a ter um impacto significativo na Europa, América do Norte e Japão, o mundo é mais curioso do que nunca em saber o que está acontecendo musicalmente no Brasil. Indústria Brasileira conta a história da música brasileira traçando um paralelo na mistura entre o novo e o antigo.



ALL YOU NEED IS LOVE (2010)


ALL YOU NEED IS LOVE (2010)

Este curta é uma fábula urbana que coloca em debate questões como a incoerência entre a aparência e as múltiplas camadas da realidade.


Sérgio é um garoto que sozinho anda pelas ruas de uma cidade hostil e ainda desconhecida. Em uma 
espécie de ritual de iniciação, precisa acertar sua primeira vitima para ganhar o respeito de seus co- 
legas mais velhos. Localizado o alvo, Sérgio fica escondido aguardando em meio ao cenário urbano da 
cidade de São Paulo. Quando sua vitima finalmente aparece, aponta sua arma e se prepara para puxar 
o gatilho... Porém o plano muda quando, descoberto por dois seguranças, foge apavorado. Durante 
essa corrida nos damos conta que o verdadeiro ‘alvo’ do filme são questões como a incoerência entre 
a aparência e as múltiplas camadas da realidade. 
Acompanhada pelo ritmo da trilha sonora original inspirada no famoso leitmotiv dos Beatles, esta 
fábula urbana que rima em rap sem gritar, que toca questões como o preconceito de forma poética e 
leve, nos lembra mais uma vez que nem sempre tudo é o que parece ser.

+info:

- Prêmio Gavião Real - para melhor curta-metragem de Ficção (Brasil)
- Official Selection - Show me justice festival 2011 (USA)
- Competição Internacional 2011 - Short Shorts Film Festival & Asia - Tokyo (Japão)
- 17º Vitória Cine Vídeo (Brasil)

O filme conta com a participação de MC's do circuito Hip Hop de São Paulo, dentre eles;
. Arqueiro (James Lino) P3
. Vinão Alobrasil
. Bing Man
. Chicão
. Sandrão RZO
. Zulu Soljah
. Grilo 13
. Funk Buia (Z'África Brasil)
. Pitcho (Z'África Brasil)
. Angélica Vieira
. Marcão
. Sombra MC (SNJ)
. Fabiano (Protagonistas)
. Lucinaira de Jesus
. Nega Embassada (Paula Valeria)
. Grind (Sem Medo)
. Gersinho Baskete
. Mikey Lynn
. DJ Roger P3
. DJ Fhak
. DJ Xangaia

Dom Negrone - Nada é Por Acaso!!! (2007)


E hoje eu lhes trouxe Nada é Por Acaso!!! o 1º trabalho solo lançado por Dom Negrone, não sei ao certo quantas músicas exatamente compõe o disco oficial então compilei nesse link todas as que encontrei disponíveis na rede, apreciem sem moderação esse trabalho...


Dom Negrone é um dos grandes nomes dos primórdios do Rap carioca, fez parte do grupo 3 Preto, participando junto com eles em 2 coletâneas: a Zoeira Hip Hop Carioca encartada na Revista TRIP nº 80 e Marcelo D2 apresenta: Hip Hop Rio

01 Pra Ela (03:22)
02 O Q Q C Quer? (Part. Kapella e Macarrão) (04:09)
03 8 ou 80 (04:25)
04 O Jogo da Vida (04:27)
05 Até Logo (04:03)
06 Vida de MC (03:28)
07 Pra Ela (Prof Mix) (03:27)
08 Armagedomnegrone (03:55)
09 Quilombo XXI D.C. (Part. Aleh Ferreira) (04:36)
10 Cidade Maravilhosa (04:15)
11 A Guia de Camarim (04:06)
12 A Missão (Part. Tio Fresh e Maskot) (03:11)
13 Até Logo (04:03)
14 Como Nasceu o Rap (03:15)
15 Mouse Style (03:41)

Bônus Tracks:

16 Rio de Janeiro (Part. Maracutaia e Apóstolos Funk Experience) (03:31)
17 É Automático (03:26)
18 Manual Prático do Hip Hop Moderno (Part. De Leve) (03:54)
19 O Povo Q Vibra (03:26)
20 Swingonça (03:37)
21 Dos Pia pros sangue Bom (Part. Maskot) (04:36)


+info:
RevebNation
SoundCloud
Twitter

Em carreira solo Dom Negrone participou em trabalhos de gêneros musicais bem distintos do Rap, o que prova sua desenvoltura como Mestre de Cerimônias, se liga:

. Artista: Gil / Disco: Movimento - participou na música "Final de Semana".
. Vicent Van Go Go (Grupo de Música Eletrônica Dinamarquês) participou na música "Go Go Rio".
. Artista: Adelmo Casé / Disco: Entre, Fique à Vontade participou na música: "Negro Encanto".
. Artista: DJ Saci / Disco: Sem Simpatia - Hip Hop (Coletânea).
. Coletânea: "Made in Brasil" pela Word Sound (USA).
. Artista: Michael Sullivan - participou na música: "Pátria de Saia".

3 Preto - Estaka Zero [EP] (2001)


Esses dias encontrei uma preciosidade do Rap Nacional, em especial da cena local carioca.

Formado por Dom Negrone, Damien Seth, Mangue Boy, Mistério e Xhackal o grupo 3 Preto é um dos precursores do Hip Hop Carioca, desde cedo inovando tanto em produção quanto em desenvoltura com as palavras.

Este EP foi gravado e mixado no estúdio Impressão Digital (RJ) entre 1999 e 2000 e lançado apenas em 2001. Produzido e realizado por 3 Preto.

Masterização: Digital Mastering Solutions por Marcelo Hoffer (Load).

3 Preto - Estaka Zero [EP] (2001)

01. Intro, A Iniciação (00:44)
02. Eu Represento (03:04)
03. Estaka Zero (2001) (04:25)
04. Cowboy (Flow Mix) (03:37)


3 Preto - Raridades

01. Intro (03:40)
02. Abre A Roda Do Freestyle (03:43)
03. A + Style (04:40)
04. Batida Atômica (04:45)
05. Beatvox (01:00)
06. Outro (01:16)

Common - Nobody's Smiling (2014)


Common - Nobody's Smiling (2014)

01. The Neighborhood feat. Lil Herb e Cocaine 80's (03:59) 
02. No Fear (03:12)
03. Diamonds feat. Big Sean (03:55) 
04. Blak Majik feat. Jhené Aiko (03:20) 
05. Speak My Piece (03:53)
06. Hustle Harder feat. Snoh Aalegra e Dreezy (03:59) 
07. Nobody's Smiling (04:17)
08. Real feat. Elijah Blake (03:23) 
09. Kingdom feat. Vince Staples (06:23) 
10. Rewind That (05:23)
11. Out On Bond feat. Vince Staples (03:26) 
12. 7 Deadly Sings (03:09)
13. Young Hearts Run Free feat. Cocaine 80's (04:34)

domingo, 27 de julho de 2014

Old Dirty Bacon - Selva part. Erik Skratch (Prod. Goribeatzz)

A mais de 1 ano e 7 meses caretão, Old Dirty Bacon é um sobrevivente vitorioso desse jogo sujo que o mundão impõe a cada um de nós, vou deixá-los com um pequeno trecho que ele mesmo escreveu pra que entendam melhor a caminhada desse moleque monstro:

"1 ano e 7 meses limpo ou no popular de careta kk!

O bagulho é muito doido cupade, mas é aquilo quando não da não dá!

Sem julgamento ou propaganda hipócrita de anti alguma coisa!

A minha vida é uma e a dos outros é outra!

Cheguei no abismo e tive q fazer uma escolha nada mais que isso!

Serenidade e aceitação, vitoria e aprendizado!
É nois!"

Faz alguns anos que ouvi uma música dele chamada "Paz, Justiça e Liberdade", e desde então passei a acompanhar as paradas que tinham participação dele, a última havia saído em parceria com Gil Metralha na Iky'x Tape...

Então no final do ano passado surgiu "Identifico" que saiu pela RZN, com produção de Fábio Broa.

Esses dias através das redes sociais chegou com single e clipe a mais pura essência do que acontece em todos os cantos onde a real não é televisionada, eu tô falando de "Selva", com participação do DJ Erik Skratch e produção de Goribeatzz, basta um clique na imagem e sente o peso...

Ol' Dirty Bacon - Selva

 Old Dirty Bacon - Selva (Clipe)


+info:

Ficha Técnica:

Direção:
Arthur Moura

202 Filmes

Riscos:
DJ Erik Skratch

Produção:
Goribeatzz

Gravação, Mixagem e Masterização:
2F U-Flow

Contém imagens de arquivo do documentário "Domínio Público" e do Jornal "A Nova Democracia".

Filmagens: Arthur Moura e Felipe Xavier

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Pazsado - Os Barcos Velejam, Os Olhos Marejam (2011) [Mixtape]


Mais um belo disco, "O.B.V.O.O.M" foi escrito e gravado em 2011, porém a maioria das faixas ficaram guardadas até hoje, agora está disponível para quem quiser poder ouvir. Este é o resumo de um longo período de vivência e estudo, algo como o fim de um ciclo...


Pazsado - O. B. V. O. O. M. (2011) [Mixtape]

01 Tempo dessa Estrada (00:33)
02 Os Barcos Velejam, Os Olhos Marejam (03:08)
03 Musica (03:01)
04 Forma Informal (01:10)
05 Post It (02:03)
06 Vendo a Vida (02:56)
07 Resido em Resíduos (03:25)
08 Vozes (02:35)
09 Ver da Desgosto (02:39)
10 Pessoas já Nascem Mortas (02:04)

sábado, 12 de julho de 2014

U-Sal - Quando Os Ramos Se Renovam E As Folhas Brotam (2014)


Considerado um dos maiores letristas de Rap da atualidade, Átomo, se destaca na cena por suas participações nas músicas de outros grupos. Lisa Castro, que já se chamou Nega Lisa, é uma das grandes representantes das mulheres negras e faz questão de mostrar isso em suas rimas. Átomo e Lisa são casados a treze anos, e junto com sua filha de 03 anos, Laica, formam o grupo de Rap U-Sal, que já se chamou Ultimato a Salvação.

Se despindo de cascas e rótulos, o grupo U-Sal lançou recentemente o primeiro disco do grupo intitulado “Quando Os Ramos Se Renovam E As Folhas Brotam” com participações de Comuna, Manuscritos, Léo da XIII, Marcão Baixada, Artigo D, DMA, Fator Baixada, Poetas da BF, Marcio RC e Impune, o “Alter Ego” de Átomo.

As produções ficam por conta do próprio Átomo, mas também contaram com um time de grandes produtores como D’Raiz, Alheyo, DJ Scooby e DJ Machintal, confiram...


U-Sal - Quando Os Ramos Se Renovam E As Folhas Brotam (2014)

01. A Ampulheta (Prod. Átomo) (02:21)
02. Sal à Gosto (Prod. Átomo) (02:54) 
03. Manual Prático De Sobrevivência part. Impune (Prod. Átomo) (02:50)
04. Metamorfose part. Comuna (Prod. Átomo) (03:15)
05. Futuro Do Presente (Prod. Átomo) (02:23)
06. Bem Que Eu Queria Falar Das Flores (Prod. D'Raiz) (02:44)
07. Pra Não Dizer Que Não Falei... (Prod. Alheio) (01:24)
08. O Sorriso De Raquel (Prod. Átomo) (00:58)
09. O Apanhador No Campo De Centeio part. Manuscritos (Prod. DJ Scooby) (03:31)
10. Fotossíntese part. Léo Da XIII e Marcão Baixada (Prod. DJ Machintal) (02:32)
11. Lavoura part. Artigo D, DMA e Fator Baixada (Prod. Átomo) (04:33)
12. A Salvação Da... (Prod. Átomo) (01:21)
13. Quando Os Ramos Se renovam E As Folhas Brotam (Prod. Átomo) (04:13)
14. Estio part. Poetas da BF e Márcio RC (Prod. Átomo) (03:02)
15. A Ceifa (Prod. Átomo) (02:23)


segunda-feira, 7 de julho de 2014

Onga Rupestre e Carta de Alforria (2014)

Em um tempo onde Mixtapes são gravadas, divulgadas e propagadas como vírus, ainda existem iniciativas simples como esta, que à meu ver fazem toda a diferença para os remanescentes do que resta da Cultura Hip Hop.

Muitos estão preocupados em lotar suas apresentações, gravar vídeo clipes e ter um milhão de visualizações, e a essência? (Pra não dizer que se F*da), que se dane a essência!!!

Infelizmente tem sido assim, muita gente louca por grana no bolso, sucesso e ATENÇÃO à qualquer custo, Onga Rupestre é um MC que traça o caminho oposto, no melhor estilo Spoken Word!

Tive a satisfação de estar presente no show de lançamento deste trabalho, dia 04/07 no Teatro Clara Nunes em Diadema/SP.

Iniciativas como esta estão se tornando cada vez mais raras, vale muito à pena ouvir este trabalho...


Onga Rupestre & Carta de Alforria - Singela Tape: Apologia ao Despertar EP (2014)

01. Não Posso Parar (04:45) 
02. Mundão de Ilusões (04:02) 
03. A Vida Vai Ter Que Fluir (03:51) 
04. Poucos Vivem, Só Escrevem (04:10) 
05. Não é Fácil (04:30) 
06. O Fogo Invisível Consome (04:21) 
07. Sociedade em Decadência (04:09) 
08. Esse é O Dia A Dia (05:01) 
09. Desce do Balão (05:00) 


+info:

Ficha Técnica:

Selo:
Casa Sonora Record

Beat Maker:
Michael Slow

Cordas:
Lilow Ribeiro

Letras:
Onga Rupestre

Vozes:
Onga Rupestre, Leleka, Michael Slow e Lilow Ribeiro.

Produção:
Lilow Ribeiro

Finalização:
Estúdio Beija-Flor

Apoio Técnico:
Wanderson Mendonça

Arte:
Ah! Comunicação.

Onga Rupestre e Carta de Alforria - A Vida Vai Ter Que Fluir

Atualmente Onga Rupestre segue no corre com o Dee Jay Boby...

domingo, 6 de julho de 2014

Entre a Luz e a Sombra (2009)


Entre a Luz e a Sombra é um documentário brasileiro lançado em 2009 que investiga a violência e a natureza humana a partir da história de uma atriz que dedica sua vida para humanizar o sistema carcerário, da dupla de Rap 509-E formada por Dexter e Afro-X dentro do Carandiru e de um juiz que acredita em um meio de ressocialização mais digno para os encarcerados.


Entre a Luz e a Sombra (2009)
Direção: Luciana Burlamaqui

Lançado nos cinemas brasileiros no dia 27 de novembro de 2009, em 14 de novembro já recebeu o primeiro prêmio: venceu a 4ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul. Dexter manifestou-se contrário a diversas cenas do filme.

Ficha Técnica:

Data de lançamento: 
2009 (Brasil)

Direção, roteiro e fotografia: 
Luciana Burlamaqui

Edição: 
Daniel A. Rubio e Matias Lancetti.

Dexter & Convidados - Ao Vivo (2009)


Dexter & Convidados - Ao Vivo (2009)

01. Espirito Livre part. Gilmar (Alvos da Lei) (01:34)
02. Oitavo Anjo (05:26)
03. Uh Barato é Loko part. Fernandinho Beat-Box (Versão 2009) (02:57)
04. Fênix (05:49)
05. Clic Clec part. Thaíde e Nego Mário (05:51)
06. Bem Vindo a Madrugada part. Paula Lima e Juninho (04:42)
07. Mundo Magico de Oz part. Edi Rock e Nego Jam (06:29)
08. Somos Um Só  part. Patrícia Omena (04:24)
09. Como Vai Seu Mundo? part. Diego Miranda (05:45)
10. Salve-se Quem Puder part. GOG (06:32)
11. Conflitos part. Cezinha e Douglas (RC) (05:38)
12. Eu Sô Função part. Mano Brown (05:20)
13. Saudades Mil part. Lino Krizz (07:48)
14. Que Deus Abençoe à Todos (03:40)




Dexter & Convidados - Ao Vivo


+info:

Dexter - Exilado Sim, Preso Não! (2006)


Quatro anos após o lançamento do derradeiro disco do 509-E, Dexter retorna firme e forte em carreira solo, seu novo trabalho conta com participações que trabalharam no mesmo contexto que cada letra dele exigia no processo de criação do álbum Exilado Sim, Preso Não!, que é equivalente a um paralelo traçado entre a vida nas ruas antes durante e após o período do cárcere em que Dexter encontrava-se até aquele momento...


Dexter - Exilado Sim, Preso Não! (2006)

01. Quebrando as Algemas (01:06)
02. Tamo Junto (03:08)
03. Fênix (05:40)
04. Última Viagem (04:10)
05. Bem-Vindo a Madrugada part. Tico e Tina (05:44)
06. Mundo dos Sonhos part. Função (04:56)
07. Me Faça Forte (Part. Tina e MV Bill) (04:16)
08. Conflitos part. Função (05:47)
09. Salve-se Quem Puder part. Função e Gog (07:04)
10. Eu Sô Função part. Função e Mano Brown (06:27)
11. Seja Mais Você part. Rínea BV (08:02)
12. A Favela Agradece (06:45)

DOWNLOAD

Produção:
Dexter, DJ Dico, Função, Edi Rock e Mano Brown..

509-E - MMIIDC (2002)


2002 Depois de Cristo (MMIIDC) é o segundo e último disco feito em parceria entre Dexter e Afro-X, o disco tão bem produzido quanto o primeiro conta ainda com as paarticipações de B.A.D e a Família RZO, se você ainda não ouviu entãao ouça porque é um grande disco de Rap Nacional, se liga aí...


509-E - MMIIDC (2002)

01. Pra Quem Servir (04:00)
02. É Nóis (06:50)
03. A Indústria (03:28)
04. Noite Infeliz (04:10)
05. Alta Voltagem (03:08)
06. Profissão Perigo (04:09)
07. Você Me Faz Falta (05:24)
08. Olha o Menino (04:44)
09. Mile Dias (05:11)
10. Rainha do Lar (05:23)
11. Um Brinde aos Guerreiros (04:59)
12. A Saudade Continua (06:25)
13. Apenas um Sonho (05:53)
14. Nem Cristo Agradou (03:38)
15. Cê Tá Ingrupido (04:34)

509-E - Provérbios 13 (2000)


Provérbios 13 é o trabalho de estréia do 509-E, formado por Dexter e Afro-X lançado no ano 2000 chegou chegando em todas as quebradas com produção pesada de Mano Brown, Edi Rock, DJ Hum e MV Bill, escutem.



01. Confiança e Desconfiança (00:45)
02. Hora H (03:25)
03. Só os Fortes (06:51)
04. De A a Z (06:14)
05. Triagem (01:29)
06. Oitavo Anjo (05:27)
07. Uh Barato é Louco (03:37)
08. Castelo de Ladrão (06:24)
09. Sem Chances (08:35)
10. Saudades Mil (08:44)
11. Carta a Sociedade (01:19)
12. Sem Palavras (03:33)



+info:

Direção: Mauricio Eça 
Fotografia: Marcelo Corpanni
Edição: Ricardo Quintella


Direção: Mauricio Eça


Direção: Mauricio Eça e Felipe Segall 
Edição: Ricardo Quintella

terça-feira, 1 de julho de 2014

Amplexos - Jerusalém (2014)


“Mas aquela Jerusalém, que é de cima, é livre e é nossa mãe.”
(Gálatas 4:26)

No final de 2012, o Amplexos lançou o álbum "A Música da Alma", que relatava um confuso processo de descoberta espiritual. A presença da fé e as mensagens de auto-conhecimento já estavam presentes, mas o que se viu em sequência foi uma completa imersão na música como ferramenta de transformação.

A vivência coletiva no interior do Rio de Janeiro e o contato íntimo com as pessoas nos shows em ruas e escolas fez com que o coletivo se enxergasse e se assumisse como uma importante voz para muitos.

Espécie de colagem de notícias de jornal, falácias de redes sociais e poesia irônica, Jerusalem retrata com urgência os nossos tempos de caos, doenças modernas e a poderosa indústria farmacêutica, as manifestações populares, a violência policial e a atuação dos “justiceiros”, às vésperas de uma copa do mundo no país - através de uma música falada, quase sem melodia, que remete aos primórdios do rap (Linton Kwesi Johnson, The Last Poets, Gill Scott Heron) e com o peso característico da banda de suíngue único. 




Produzido por Amplexos
Gravado em Volta Redonda-RJ no estúdio Casa,
Mixado por Berna Ceppas e Martin Scian no Rio de Janeiro-RJ no estúdio Monoaural, 
Masterizado por Felipe Tichauer em Miami, FL (EUA) no estúdio Red Traxx Music.
Junho de 2014

+info: