sábado, 6 de abril de 2019

Mauritsstadt 2 (Candeeiro Records e Estúdio Muzak, 2018)


O projeto Mauritsstadt está de volta. Lançado recentemente nas principais plataformas digitais, o álbum duplo é formado por 10 faixas, cada, que passeiam entre forrós, cocos e maracatus, concebido e produzido pelo Estúdio Muzak e Candeeiro Records, de Recife. No disco 1, podem ser ouvidas as músicas originais dos mestres populares de Pernambuco que as criaram. No disco 2, as mesmas obras são recriadas em reinterpretações de produtores musicais contemporâneos, não necessariamente pernambucanos.

O time de mestres presente em Mauritsstadt 2 é composto por Tavares da Gaita, Sagrama, Zé de Teté, Luiz Paixão, Orquestra Popular do Recife, Erasto Vasconcelos, João Paulo e Barachinha, Coco Raízes de Arcoverde, Maracatu Estrela Brilhante e Arlindo dos 8 Baixos.


Entre os produtores convidados para recriar as músicas originais, três participaram do primeiro Mauritsstadt: Pupillo, DJ Dolores (agora no projeto Stank) e Buguinha Dub. Completam o time Chico Correa, Hurtmold, Yuri Queiroga, Rica Amabis, Maquinado, Turbo Trio e Lucas Santanna.

01. Forró Arengueiro (01:42)
02. Rói-Couro (01:49)
03. As Obras da Natureza (04:08)
04. Forró de Cambará (02:14)
05. Olha o Mateus! (03:41) 
06. Mauricéia (03:00)
07. Meio Ambiente (09:43)
08. Godê Pavão (02:17)
09. Senhor Rei, Senhora Rainha (02:47)
10. Escadaria (03:33)
11. Forró Arengueiro (Remix) (03:51)
12. Rói-Couro (Remix) (06:14)
13. As Obras da Natureza (Remix) (03:47)
14. Forró de Cambará (Remix) (02:42)
15. Olha o Mateus! (Remix) (04:04)
16. Mauricéia (Remix) (03:12)
17. Meio Ambiente (Remix) (03:56)
18. Godê Pavão (Remix) (06:23)
19. Senhor Rei, Senhora Rainha (Remix) (03:42) 
20. Escadaria (Remix) (03:00)

Com direção musical e produção executiva assinadas por Pupillo e Marcelo Soares, Mauritsstadt 2 é patrocinado pelo Sistema de Incentivo à Cultura da Cidade do Recife, com apoio do Hospital Memorial São José.

O novo disco surge treze anos após o lançamento do álbum duplo Mauritsstadt Dub: alteradores de estado (Candeeiro Records e Fábrica Discos), dando continuidade à proposta de fazer uma ponte entre a música de raiz pernambucana e novas texturas da música atual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário