sábado, 4 de outubro de 2014

Sindicato Heterodoxo ↑↓ Mente Inquieta (Part. Indigesto)


Formado por Ruan, Thiago e Davi Calheiros o Sindicato Heterodoxo é um trio de aventureiros e exploradores das possibilidades existentes na criação musical, numa dessas expedições sonoras trocaram versos com Indigesto | Bendito Fruto natural do Rio Cumprido, o resultado deste encontro está aí registrado em audio e vídeo legendado para facilitar sua compreensão caso tenha alguma dificuldade em assimilar o conteúdo deste trabalho, se liga aí...



Letra: Mente Inquieta

Ruan

(Verso 1) 

A caneta da luz, minha mão é o obstetra.
Como a placenta, pra ajudar na digestão 2 copos de água benta.
Levo a vida como boêmio, bebo conhaque no santo graal. Bebo até ficar bêbado, depois continuo bebendo até passar mal.
Pondo em prática as ideias de Nietzshe. Será que só eu entendo o Voynich?
É verdade nua e crua, sem falcatrua, roubo as botas de Neil Amstrong, então sou o primeiro a pisar na lua.
Atenção na dicotomia.
Ameaças futuras são a nano e a biotecnologia.
Ácido fosfórico gera osteoporose... de dose em dose, continue fazendo a auto-hipnose.
Cabeças de camarão, mesmo na forma trofozoíta Naegleria Fowleri não os querem. 
Não falho igual a viagem de Apollo 13.
Tive que esperar 9 meses.
As origens vem dos selvagens: Primatas, hominoides, hominídeos, habilis, erectus, neandertal e sapiens.
Homenagem aos personagens, cada um com suas vantagens.
Jesus divide o pão, Satã amassa.
Essa raça que ri da própria desgraça.
Hércules buscou os bois de Gerião pra poder - fazer um churrasco, 
só vai ter carne de boi pois os porcos - se jogaram no penhasco.

Continuo com a interseção... ponho a orelha de Van Gogh no feijão.
Quinta-feira é fila cheia. 
Raimundo Teixeira Mendes escolheu as palavras erradas pra por na bandeira.
IR, INSS, IOF, ICMS, IPI, IPVA, IPTU.
Somos tratados como vassalos. Político gosta de peixe mas só se for robalo.
Isso gera ódio, o governo concordar com o contrabando de nióbio.
Escapo da maldita Gestapo e também da SS, perigo iminente.
Ultimamente ando como Toilet Bike Neo, cagando e andando literalmente.

Thiago

(Verso 2)

Subindo rápido avança ágil alcança o topo da colina
confiança com o terceiro quirodáctilo apontado para cima
tipo um jurássico pterodáctilo em movimento acrobático 
representa um clássico igual Waldemar Niclevicz
no ponto mais alto do Ártico fantástico voar em trips 
entre lapsos a procura do inédito intrépido imune a colapsos 
jogo as cartas na mesa monto quebra-cabeças apreciando os mosaicos
na terra aonde abençoados são sufocados por pecados absurdos
almas sendo sugada por tubos cocaína inalada por canudos 
mentes presas em cubos que não são mágicos 
entoca a droga na traqueia essa troca de ideia é um trafico 
tramar sem tremer contra o mundo não vou temer o impacto 
olhe para essa necrópoles , muitos ''faustos'' para poucos Mefistófolis 
quimera pra sair dessa atmosfera onde impera o ar de ''Conformópolis''

entre ignorantes ignorados 
cegos surdos mudos e amordaçados
não são rumores os tumores implantados 
lembra dos mentores exilados odores exalados 
buques de flores envenenados aqui os amores são alugados 
holocaustos com sádicos abraçados a cactus 
após serem consultados por falsos oráculos

Davi Calheiros

(Verso 3)

Vigiam atoa todas essas pessoas sentinelas 
sem que nelas elos dispersos prenda em celas egos luciféricos. 
Servos cegos, a rédia curta encurta a vara que catuca a onça insana em seu petisco.
Com medo do risco morde o soprado de la pra vir cá soprar o mordido, como pode?
Entre um mini molde sinto-me com Sigmund Freud 
esperando que seja assim e enfim a banda toque

por isso Bolo no copo corisco,e molho com gole o bico 
nessa forte tempestade que à as potestade brindo 

"Enquanto mato píton. 
De micro a macro em mícrons 
Contratos são contido atrito; 
Contritos por saldo em estratos; 
Por statos vivem com estilo. 
em estrilo piso nos calos
e no que se diz " iii " boto os pingos." 
Pôs Friso os passos num vasto futuro ofusco ilustrado em um obscuro quadro 
opaco com vultos e tumultos do passado 
implementados 
na cabaça da cabeça que sasseia a taça, que se afasta da minha vereda. 
Bebida que desceria seca como labaredas linfadas
mas mesmo em ceia com o iscariotes encare os botes dos coiotes 
com léguas de papa léguas pré antecipadas.

Indigesto

(Verso 4)

com a mente inquieta, várias coisas se passando, 
eu bolando, tramando, analisando , adaptando 
onde , quando , como e qual será a meta. 
com devoção e louvação, na transmissão da minha missão, 
empolgadão na vocação perdi noção 
meti até o pé em porta que tava aberta.
caminho de setas, proposta indiscreta, na certa, minha predileta.
ninguém espera que um cabeça de bagre 
se consagre, mas quem sabe? pode haver um milagre. 
é poco háxi pra que o coco rache, mas se é de praxe , relaxe e bota um hashtag.
que mané papo cabeça, se eu digo o que der na cabeça, 
eles querem a minha cabeça e me transformam em peça do seu quebra cabeças.
Não há ninguém que mereça tamanha dor de cabeça, 
reconheça, uns criam de estimação um bicho de 7 cabeças.

+info:

Nenhum comentário:

Postar um comentário